A Gazeta da Serra - Jornal de Mateus Leme

Colunas/Opinião

Fim de um longo reinado

O mundo dá adeus à Rainha Elizabeth II, que faleceu aos 96 anos.

Fim de um longo reinado
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O mundo dá adeus à Rainha Elizabeth II, que faleceu aos 96 anos, um dia depois de ela felicitar o Brasil pelos 200 anos de independência. Sua morte ocorreu no Palácio de Balmoral, na Escócia, no dia 8 de setembro de 2022. 

Ela nasceu em Londres no dia 21 de abril de 1926, a tataraneta da Rainha Vitória, a pequena Elizabeth Alexandra Mary Windsor, primogênita do futuro Rei George VI e da Rainha Elizabeth. Seu pai subiu ao trono da monarquia britânica em 1936, transformando a menina de dez anos em princesa e herdeira do trono do Reino Unido. Educada dentro dos muros do palácio, vivendo uma juventude enclausurada no Castelo de Windsor, quando adquiriu conhecimentos necessários a uma futura monarca. 

No início da Segunda Guerra Mundial, Elizabeth era ainda uma garota de 13 anos e, mesmo assim, resolveu ajudar o seu país. Sua função era participar de transmissões da Rádio BBC, mandando mensagens com o objetivo de tranquilizar outras crianças britânicas. No final da guerra, em 1945, já com 19 anos, Elizabeth tinha se alistado no Exército. Após concluir um curso de mecânica de automóveis, a futura rainha estava apta a dirigir caminhões, ambulâncias e jipes e a fazer reparos nas viaturas e trocar pneus. O filme A Rainha, de 2006, mostra a monarca (interpretada pela atriz Helen Mirren) dirigindo um jipe por estradas acidentadas nas propriedades da família. 

Aos 21 anos, logo após o término da Segunda Guerra Mundial, casou-se com o príncipe Philip Mountbatten, na Abadia de Westminster. Tiveram quatro filhos: o herdeiro do trono, príncipe Charles, a princesa Anne e os príncipes Andrew e Edward. Com a morte do Rei George VI em fevereiro de 1952, Elizabeth, aos 25 anos, tornou-se a Rainha do Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, País de Gales e Escócia), Canadá, Austrália, Nova Zelândia, África do Sul, Paquistão e Ceilão (uma colônia asiática que deu origem ao atual Sri Lanka), embora a coroação só ocorresse mesmo em junho de 1953. 

No século XIX, em vista da amplitude das possessões do Império Britânico pelo mundo, dizia-se que os ingleses possuíam um “Império no qual o sol nunca se põe”. Várias ilhas e territórios ultramar deram à Inglaterra recursos suficientes para ampliar seu poderio industrial, aposentando as máquinas à vapor e investindo na energia elétrica, na expansão das ferrovias e melhorando sua frota naval. Entre 1º e 11 de novembro de 1968, a Rainha Elizabeth II e seu marido, ordenado Duque de Edimburgo, visitaram seis cidades brasileiras: Recife, Salvador, Brasília, São Paulo, Campinas (SP) e Rio de Janeiro.

Por aqui, inaugurou o Museu de Arte de São Paulo, ao lado do seu idealizador Assis Chateaubriand, presenciou o início das obras da ponte Rio-Niterói e foi ao Maracanã ver em ação o “nosso Rei”. Pelé brindou a Rainha com uma de suas costumeiras exibições de gala, marcando um gol na vitória dos paulistas sobre os cariocas por 3 a 2. Ao término da partida, ocorreu o encontro entre as “realezas”: - Majestade, este é o jogador Pelé, famoso mundialmente, disse o chefe do cerimonial. - Ah, eu sei! Já o conheço de nome. E me sinto muito feliz em cumprimentá-lo, disse a Rainha. 

Desde sua coroação, a Rainha Elizabeth II já presenciou o governo de 15 primeiros-ministros britânicos e sete papas já passaram pelo Vaticano enquanto a monarca se manteve no poder. Em abril de 2021, a Rainha Elizabeth ficou viúva. Seu marido, o príncipe Philip de Edimburgo, faleceu no Palácio de Windsor, de causas naturais, aos 99 anos. A rainha vislumbrava o futuro e dizia: “que continuemos trabalhando com esperança e determinação para superar os desafios globais juntos”. Agora, o trabalho ficará para o seu filho, Charles, o príncipe de Gales, de 74 anos, que se tornará o novo rei da comunidade britânica.

Comentários:

Veja também

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível. Redação*